marcador amarelo
Encontros da FIB
 

dot Dia 22 de junho de 2016
Download: Já estão disponiveis os conteúdos as palestras apresentras apresentadas pela Dra. Ivanice Guimarães Araújo e pala Sra. Wania Ribeiro Tavares no nosso encontro de 22 de junho de 2016.
Clique no link e faça o download do material apresentado na íntegra.

Primeiro tema: UTILIDADE PÚBLICA ESTADUAL: “Passo a passo para obtenção do Certificado de Utilidade Pública Estadual” - O que é, como conseguir e os benefícios e isenções de Tributos e isenções de pagamentos que são concedidas pelo Certificado de Utilidade Pública Estadual.

Palestrante: Ilma. Dra. Ivanice Guimarães Araujo.
Advogada e Coordenadora da CEUP - Coordenadoria Especial de Utilidade Pública da SEASDH - Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos

Clique aqui para acessar.





Segundo tema: OFICINA DE CAPACITAÇÃO E ORIENTAÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO DE EDITAIS PÚBLICOS E PRIVADOS E CAPTAÇÃO DE RECURSOS.
Além de informar aos interessados sobre os Editais, os objetos, condições de participação, procedimentos para inscrição de projetos, critérios de seleção, as oficinas servem para esclarecer dúvidas sobre a melhor adequação dos projetos aos objetos de cada edital e orientar o público sobre toda a documentação - formulários - necessária para a inscrição e como preenchê-la proporcionando orientações técnicas e instrumentos necessários para a construção das planilhas financeiras.

Palestrante: Ilma. Sra. Wania Ribeiro Tavares.
- Graduada em Serviço Social pela Escola de Serviço Social da UFF - Universidade Federal Fluminense.
Em sua trajetória profissional destacamos:
- Coordenadora do Projeto Curumim na Cidade de Resende (financiamento FIA / RJ)
- Coordenadora do Projeto Agente Jovem de Desenvolvimento Social e Humano pela ONG CIEDS, com execução nas comunidades do Complexo da Maré
- Consultora da UNESCO para Projetos para Juventude
- Gerente de Projetos para Juventude no Governo Federal (Ministério da Previdência e Assistência Social - MPAS / SEAS - Secretaria de Estado de Assistência Social)
- Conselheira do CONANDA, representando MPAS / SEAS, Diretora de Administração e Finanças do Fundo Rio - Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Subsecretária de Gestão da Política de Assistência Social da Cidade do Rio de Janeiro
- Consultora em Políticas Públicas


Clique aqui para acessar.


convite foto do encontro foto do encontro foto do encontro
foto do encontro foto do encontro foto do encontro foto do encontro
foto do encontro foto do encontro foto do encontro foto do encontro
foto do encontro foto do encontro foto do encontro foto do encontro
foto do encontro foto do encontro foto do encontro foto do encontro
foto do encontro foto do encontro foto do encontro foto do encontro
foto do encontro foto do encontro foto do encontro foto do encontro
foto do encontro foto do encontro foto do encontro foto do encontro
foto do encontro foto do encontro foto do encontro foto do encontro
foto do encontro foto do encontro foto do encontro foto do encontro
  foto do encontro foto do encontro  




dot Dia 28 de outubro de 2015

 

FIB realiza evento para as organizações filiadas, conselhos e demais autoridades

Na última quarta-feira, 28 de outubro às 14 horas, a Federação de Instituições Beneficentes do Estado do Rio de Janeiro (FIB-RJ) esteve presente no auditório da Pequena Cruzada Santa Teresinha do Menino de Jesus, localizado na Avenida Epitácio Pessoa, 4866, na Lagoa. O evento teve como objetivo apresentar: o Sistema de Convênios do Estado do Rio de Janeiro (CONVERJ/RJ), uma nova ferramenta obrigatória a ser utilizada para os convênios com a Secretaria de Estado e Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH); o passo a passo para a obtenção da Utilidade Pública Federal e para a obtenção do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (CEBAS); e apresentar também as mudanças de acordo com o Novo Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil segundo a Lei nº 13.019/2014.


O evento foi inteiramente gratuito e contou com a participação de Deise Gravina, presidente da FIB desde 2002 e responsável pelo evento. Formada em Engenharia Civil, Deise presidiu o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA-RIO) e participou como conselheira do Conselho Estadual de Assistência Social. Desde 2014, também é presidente do Sindicado das Instituições Beneficentes Religiosas e Filantrópicas do Estado do Rio de Janeiro (SINBREF-RJ).


O evento foi marcado pela presença dos representantes das Organizações da Sociedade Civil em geral, organizações filiadas à FIB-RJ e ao SINBREF-RJ, Organizações filiadas aos Conselhos de Direitos, Conselhos de Assistência e demais autoridades.
A abertura do evento começou com uma apresentação de dança das meninas do Projeto Complementar Brincando e Estudando, realizado pelo Abrigo Maria Imaculada. Em seguida, aconteceu a palestra com o consultor contábil da FIB, Adilécio Silva Faria que é bacharel em Ciências Contábeis e professor de iniciação de práticas contábeis.


Adilécio falou sobre os benefícios da Utilidade Pública Federal: isenção da cota patronal do INSS, redução no imposto de renda e possibilidade de doações da união. O consultor explicou quais os documentos necessários, como o processo deve ser feito e para onde isso tudo deve ser encaminhado. Na segunda parte da palestra, Adilécio Faria explicou sobre o CEBAS, a lei nº 13.019/2014 e os requisitos necessários para a renovação ou certificação de entidades.


Às 15 horas, foi a vez da palestrante Teresa Cosentino, Secretária de Estado Assistência Social e Direitos Humanos, que atualmente preside também o Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente do Rio de Janeiro (CEDCA). Teresa ingressou nos temas o Novo Marco Regulatório da Sociedade Civil, onde comentou sobre a transparência das entidades, tempo de existência das entidades, contratação de pessoal, movimentação financeira, etc.


Teresa contou também sobre os benefícios que a CONVERJ traz para a gestão de convênios com o Estado: aprimora as relações com os convenentes, melhora a qualidade no controle da aplicação do recurso público, oferece confiabilidade das informações e direciona políticas públicas, por exemplo. Para encerrar, o público fez perguntas nos papéis que haviam sido distribuídos e tiraram algumas dúvidas.


Às 17 horas, para encerrar, os convidados tiveram direito a um coffee break com pães, bolos e doces enquanto assistiam à apresentação da Banda de percussão AMI, também formada pelas crianças do Projeto Complementar Brincando e Estudando do Abrigo Maria Imaculada.

 

 

Confira a palestra de Teresa Consentino sobre
"O que muda com o Novo Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil" e
"CONVERJ/RJ"

clique aqui e faça o Download


Confira a palestra de Adilécio Faria sobre
"Passo a Passo para obtenção da Utilidade Pública Federal" e
"Passo a Passo para obtenção do SEBAS"

 clique aqui e faça o Download

 
Foto do encontro 28-10-2015 Foto do encontro 28-10-2015 Foto do encontro 28-10-2015
Foto do encontro 28-10-2015 Foto do encontro 28-10-2015 Foto do encontro 28-10-2015
Foto do encontro 28-10-2015 Foto do encontro 28-10-2015 Foto do encontro 28-10-2015
Foto do encontro 28-10-2015 Foto do encontro 28-10-2015 Foto do encontro 28-10-2015
Foto do encontro 28-10-2015                                 Foto do encontro 28-10-2015

 
PROGRAMAÇÃO:

● 13:30 às 14:00hs – Credenciamento

● 14:00 às 14:30hs - Abertura do evento

● 14:30 às 15:00hs – Palestras com os temas:
- “Passo a passo para obtenção da Utilidade Pública Federal”
- “Passo a passo para obtenção do CEBAS –
O que é o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social e os benefícios e isenções de pagamentos das Contribuições Sociais” - Palestrante: Ilmo. Sr. Adilécio Silva Faria

● 15:00 às 16:30hs - Palestras com os temas:
- “O que muda com o Novo Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (Lei nº 13.019/2014)”
- “CONVERJ/RJ – A nova ferramenta obrigatória a ser utilizada para os convênios com a Secretaria de Estado e Assistência Social e Direitos Humanos – SEASDH”
Palestrante: Ilma. Sra. Teresa Cosentino - Secretária de Estado Assistência Social e Direitos Humanos - SEASDH.

● 16:30 às 17:00hs - Perguntas do público

● 17:00hs – Coffe Breack e Encerramento



Teresa Cosentino - Secretária de Estado Assistência Social e Direitos Humanos - SEASDH.

Teresa Cosentino é formada em Economia pela Faculdade Cândido Mendes. Fez mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro e o MBA em Finanças no IBMEC. Ingressou por concurso público no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Foi assessora da diretora da área de inclusão social e participou ativamente de financiamento a projetos de proteção a crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade.

Destacou-se também em projetos de geração de renda, como o financiamento a 43 Cooperativas de Catadores de Lixo em todo o Brasil, e ainda no financiamento da estruturação de 12 bancos de sangue de cordão umbilical (Células Tronco) para transplante de medula óssea, do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Em 2010, foi convidada para presidir a FIA - Fundação para a Infância e Adolescência, atuou na instituição durante quatro anos. Atualmente preside também o CEDCA – Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente do Rio de Janeiro.



Adilécio Silva Faria

Adilécio Silva Faria é bacharel em Ciências Contábeis, professor de Iniciação de Práticas Contábeis, consultor contábil da FIB-RJ, do Abrigo Maria Imaculada e do SINBREF.


 


dot Dia 16 de Junho de 2011

Projetos Sociais para
crianças e adolescentes

Por que fazer?   Como fazer?   Quem apóia? 


Dia 16 de Junho de 2011 - 13 horas
Auditório da Lagoa - Rio de Janeiro


O auditório da FIB, na Lagoa, precisou de cadeiras excedentes para acomodar mais de 200 pessoas que compareceram ao encontro. Representantes de organizações da sociedade civil , profissionais de empresas públicas e privadas e estudantes universitários ficaram atentos a exposição das convidadas, ao final esclareceram dúvidas e aclararam idéias. Deise Gravina, presidente da FIB, mediou o encontro que teve a presença de Zilma Vieira Ferreira e Flávia Vianna da Silva Cardoso, da OI FUTURO; Giovanna Maurício Allan Curty, do Instituto Invepar; Ednalva Aparecida de Moura dos Santos e Ana Beatriz Castro, do Instituto Nextel; e Maria Cristina Salomão Almeida, Mestre em Serviço Social, constante colaboradora da federação.

 

O material apresentado pela professora Mª Cristina Salomão foi disponibilizado, para acessar o arquivo clique aqui.
 

 
PROGRAMAÇÃO:

13h - Credenciamento

13:20 – Trajetória para aprovação de projetos e obtenção de recursos através do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA/Rio)

Deise Gravina
Vice-Presidente do CMDCA/Rio

Presidente da FIB

13:40 - O que esperam as organizações que apóiam projetos sociais de atenção a crianças e adolescentes e como analisam as propostas

Oi Futuro – Instituto de Responsabilidade Social da Oi

Zilma Vieira Ferreira

Gerente de Tecnologias Sociais

Flávia Vianna da Silva Cardoso

Coordenadora de Projetos Sociais

 

Instituto Invepar
Giovanna Maurício Allan Curty

Gerente de Desenvolvimento Socioambiental

Instituto Nextel

Ednalva Aparecida de Moura dos Santos

Coordenadora Geral de Projetos

Ana Beatriz Castro

Coordenadora de Projetos do RJ

 

14:40 - Perguntas e Respostas
 

15:00 - Coffee Break

15:20 - Principais pontos para elaboração e apresentação de um projeto

Prof. Maria Cristina Salomão Almeida
Mestre em Serviço Social
Professora universitária e assessora de projetos sociais

17:00 - Encerramento



Destinação de parte do imposto de renda aos
Fundos dos Conselhos de Direitos de crianças e adolescentes

Realização:
FIB – Federação de Instituições Beneficentes
SINBREF - Sindicatodas Instituições Beneficente, Religiosas e Filantrópicas do Estado do Rio de Janeiro
CMDCA- Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Data: Dia 21 de Julho de 2010, Às 15 horas

Local: Auditório da FECOMERCIO
Rua Marques de Abrantes, 99 Térreo - Flamengo – Rio de Janeiro

Palestrantes:
Clódis Xavier – Gerente do Instituto Gerdau – Gestão de Recursos e Responsabilidade Social
Carlos Nicodemos – ex-presidente do CEDCA/RJ
Deise Gravina- atual presidente do CMDCA/RJ e presidente da FIB

Mediador
Belmiro Carlos Nunes – Consultor da Cruzada do Menor e Diretor do SINBREF


Emendas parlamentares, Edital e Orçamento Público

Realização:
FIB – Federação de Instituições Beneficentes

Data: Dia 11 de Junho de 2010

Local: Auditório da FIB
Av. Epitácio Pessoa, 4866 - Lagoa – Rio de Janeiro, Às 14 horas

Palestrante:
Otávio Leite - Deputado Federal

Mediadora:
Deise Gravina- Presidente da FIB


11º Prêmio REhabilita Rio

Realização: Movimento REhabilita Rio

Data: Dia 08 de Junho de 2010, Às 18:30

Local: Teatro SESI
Av. Graça Aranha, nº 01 - Castelo – Rio de Janeiro

Premiação:
A FIB recebe o prêmio de Instituição Parceira, pelos serviços prestados no ano de 2009 em reconhecimento ao apoio as organizações sociais do Rio de Janeiro. Deise Gravina - atual presidente FIB recebe a homenagem.


Deise Gravina recebe prêmio REhabilita Rio das mãos de Marcio Petronio, coordenador do Movimento,
em companhia de meninas atendidas pela Associação Beneficente de Anchieta.


Encontro Estadual de Política de Assistência Social do Rio de Janeiro

Realização: SEASDH e CEAS

Data: Dia 23 de julho de 2010

Local: Centro de Convenções da Firjan
AV. Graça Aranhã n1 2 andar, Centro Rio de Janeiro, De 9h às 17:30

Mesa:
Marcia Lopes - Ministra de Estado do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate a Fome
Ricardo Henriques - Secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos
Luiz Chor - Presidente do Conselho de Responsabilidade Social da Firjan
Deise Gravina - Presidente do Conselho Estadual de Assistência Social do Rio de Janeiro
Marcia Maria Biondi Pinheiro - Subsecretária de Assistência Social e Descentralização da Gestão do RJ
Maria Isabel Lopes Ribeiro - Presidente do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social - Coegemas



dot 01 de julho de 2009

SEMINÁRIO
PARTICIPAÇÃO E CONTROLE NAS POLÍTICAS DE
ASSISTÊNCIA SOCIAL

Qual o papel dos conselheiros de assistência social e de defesa dos
direitos de crianças e adolescentes no controle das políticas e do orçamento?

Data
01 de Julho de 2009

  A democracia estabelecida em nosso Pais dispõe de ferramentas e formas variadas de participação do cidadão no monitoramento e controle das políticas públicas e de seus respectivos orçamentos, pode ser através de audiências públicas, comissões de orçamentos e finanças, fóruns populares de orçamento participativo, conselhos de políticas e de direitos, entre outros.
  Hoje na base deste tema não está em discussão os instrumentos que o cidadão tem nas mãos para exercer este controle, o que importa é saber se o cidadão sabe qual é o seu papel e pode de fato monitorar os gastos públicos.
  É neste patamar que a FIB se dispõe a colaborar na discussão e debater o papel dos conselheiros com assento no CMAS (Conselho Municipal de Assistência Social) e CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) com todos que participam das organizações da sociedade civil, convidando o Tribunal de Contas da União, a Controladoria Geral da União e o Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro a colaborar no Seminário “Participação e Controle nas Políticas de Assistência Social”.
  Todo cidadão tem direito de saber onde e como está sendo gasto o dinheiro público, mas os conselheiros têm obrigações, e estas afetam a vida de todos, como aprovação de planos e gastos com recursos públicos.

Deise Gravina, Presidente da FIB, ex-presidente do CMDCA/RJ e atual Conselheira do CMAS/RJ
e Vice-Presidente do Conselho Estadual de Assistência Social do Rio de Janeiro,
recebe os convidados de forma descontraída para a exposição do tema, troca de idéias
e debate aberto às perguntas da platéia.
 


Programação

13:30 – Credenciamento

14:00 – Exposição dos palestrantes

Ismar Barbosa Cruz
Bacheral em Direito
Secretario e Analista de Controle Externo
4ª Secretaria de Controle Externo
Tribunal de Contas da União - Distrito Federal
Clique e faça do download da apresentação em PowerPoint

Flavia Teixeira Marques dos Santos
Economista
Secretaria Federal de Controle Interno
Regional do Rio de Janeiro
Controladoria Geral da União - CGU
Clique e faça do download da apresentação em PowerPoint

Marcelo Simas Ribeiro
Contador
Coordenadoria de Auditoria e Desenvolvimento - CAD
Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro - TCMRJ
Clique e faça do download da apresentação em PowerPoint - 1ª parte
Clique e faça do download da apresentação em PowerPoint - 2ª parte


15:30 – Perguntas da platéia

16:00 – Intervalo para o café

16:30 – Apresentação
Apresentação dos futuros conselheiros municipais de assistência social e defesa de direitos de crianças e adolescentes

Deise Gravina,
Ismar Cruz,
Marcelo Ribeiro e Flávia Santos

Ismar Cruz
apresenta o papel dos Conselheiros
Flávia Santos apresenta os Prog. Federais de Assistência Social
A platéia acompanha atentamente a exposição dos temas
Flávia Santos,
Deise Gravina,
Ismar Cruz e
Marcelo Ribeiro
Marcelo Ribeiro,
Flávia Santos,
Deise Gravina e
Ismar Cruz
 
Chá da tarde no intervalo das 16:00hs

 


Segundo Encontro, dia 20 de agosto de 2008

 

Rumos da Assistência e Desenvolvimento Social

As ações que os candidatos Eduardo Paes (PMDB) e Fernando Gabeira (PV) pretendem implementar para melhorar a vida de crianças e jovens, caso sejam eleitos, foram apresentadas no dia 20/08 no segundo encontro do seminário Rumos da Assistência e Desenvolvimento Social. Promovido pela FIB-RJ, o seminário abriu espaço para uma conversa dos candidatos à Prefeitura do Rio com representantes de organizações da sociedade civil sobre as práticas de promoção social e como pretendem desenvolver seus programas em benefício das comunidades.

Gabeira e Paes falaram sobre o tema  "O sistema de garantia de direitos para crianças e adolescentes" em mesa conduzida por Deise Gravina, presidente da FIB, tendo a participação de José Pinto Monteiro, advogado e administrador de empresas, e Maria Cristina Salomão, assistente social e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Veiga de Almeida. Prestigiou o evento a vereadora Andrea Gouvêa Vieira (PMDB).
Diante da platéia de cerca de 200 pessoas, Eduardo Paes assumiu o compromisso de respeitar o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O candidato afirmou que o foco principal de seu governo será a educação infantil. Paes disse que “o município tem 400 mil crianças de
0 a 3 anos, sendo que a rede própria atende 25 mil e a rede conveniada a 15 mil. É fundamental que o atendimento seja triplicado, principalmente por meio de convênios.” O candidato garantiu que vai universalizar a pré-escola e promover atividades de extensão nas escolas municipais.
Gabeira afirmou que sua proposta não está baseada em quatro anos de governo, mas em 20 anos, pois sua gestão será marcada pelo desenvolvimento sustentável. Para compor seu programa, o candidato se baseou em experiências bem sucedidas como o programa de assistência à gestante, de Curitiba (PR); o programa  Primeira Infância, do Rio Grande do Sul; e a experiência da Casa de Passagem, no Recife (PE). Gabeira disse que, eleito, vai buscar recursos do Banco Mundial para criar novas creches.

 


Perguntas da platéia
 
Educação em horário integral

Fernando Gabeira levantou a questão da reprovação escolar e o despreparo humano e material da rede pública. Para ele, “as razões da saída de alunos da escola precisam ser repensadas e o investimento deve ser realizado na preparação dos profissionais para o enfrentamento das dificuldades”. Eduardo Paes disse que as escolas terão atividades de extensão, esportivas e culturais. E citou que a Prefeitura poderia perdoar a dívida de clubes de bairros em troca da realização de atividades de cultura, esporte e reforço escolar nestes espaços.

Deise Gravina, presidente da Federação, que já esteve a frente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA/RJ) lembrou o sucesso do Projeto Complementar, que atendeu 3,5 mil crianças e adolescentes em situação vulnerável em contra turno escolar, implementado pelo Conselho durante sua gestão. O projeto, foi realizado em parceria com organizações não governamentais e utilizou recursos do Fundo Municipal da Criança.  

A presidente acrescentou que os custos de atendimentos preventivos são inferiores aos recursos necessários para implementar políticas de abrigamento e de proteção especial . Fazendo coro com as entidades representadas, Deise Gravina pediu que o futuro gestor municipal invista em projetos de proteção básica.

  A concentração de serviços

Questionados sobre a concentração de serviços públicos na Zona Sul em contraposição a ausência em outras regiões, os candidatos garantiram que vão investir na Zona Norte e Oeste. Eles reconheceram que faltam políticas públicas em diversas áreas e inexiste uma rede social de apoio às comunidades. Gabeira problematizou a questão da Zona Oeste lembrando que, ao longo dos anos, a região recebeu oito presídios e um aterro sanitário. Para ele, é imprescindível a implantação de serviços públicos que beneficiem toda a população.

 

Crianças em situação de rua

Questionado pela assistente social e professora Maria Cristina Salomão sobre sua posição na retirada de crianças e adolescentes dos sinais de trânsito quando era sub-prefeito da Barra da Tijuca, Paes reafirmou que a campanha efetuada na época foi correta. “Adultos recrutavam crianças e utilizavam a doação como atividade econômica”. Para ele, “sinal não é lugar de criança aparecer. No meu governo não vai ter essa alternativa”.

Gabeira acredita que a situação da população infantil nas ruas poderá ser enfrentada de forma individualizada criando alternativas que verifiquem as necessidades de cada criança e adolescentes e suas famílias.

 
     
O futuro gestor da Assistência Social

Fernando Gabeira afirmou que, além do perfil técnico e competente, o(a) futuro secretário(a) deve ter compaixão. Eduardo Paes disse que não terá preconceito quanto ao perfil do gestor ser técnico ou político. Mesmo sem entender ou jogar futebol, Paes disse que conseguiu administrar o Maracanã. E ele citou que a vereadora Andréa Gouvêa Vieira poderia ser também um exemplo de sucesso assumindo a pasta da Assistência Social, caso seja eleito.

 

Intérpretes de Libras

Eduardo Oliveira e Alexandre Souza, da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (FENEIS), colaboraram voluntariamente como intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

 

Marque na Agenda a data do próximo encontro

Dia 24 de setembro - Marcelo Crivella (PRB), Paulo Ramos (PDT) e Solange Amaral (DEM), com o tema "Mercado socialmente responsável, políticas de acesso ao emprego e geração de renda". Sempre às 14 horas no Auditório da Pequena Cruzada Santa Teresinha do Menino Jesus.

Endereço:
Av. Epitácio Pessoa, 4866 – Lagoa, Rio de Janeiro. Informações:
(21) 3147-5100
 


Acompanhe os destaques na Internet

  

20/07 – TV Globo (RJ TV)

Candidatos nas ruas em busca de votos

http://rjtv.globo.com/Jornalismo/RJTV/0,,MUL731037-9099,00-CANDIDATOS+EM+BUSCA+DE+VOTOS.html

 

 

20/07 – Globo Online

Paes e Gabeira apresentam proposta para infância e juventude

http://oglobo.globo.com/pais/eleicoes2008/mat/2008/08/20/paes_gabeira_apresentam_proposta_para_infancia_juventude-547855316.asp

 

20/07 – Jornal do Brasil (edição eletrônica)

Saia justa entre Gabeira e Paes

http://quest1.jb.com.br/editorias/textosdoimpresso/jornal/eleicoes2008/2008/08/21/eleicoes200820080821006.html

 

20/07 – Clipping Radiobrás

Saia justa entre Gabeira e Paes

http://clipping.radiobras.gov.br/clippin/novo/Construtor.php?Opcao=jornais&veiculo=7

 

20/07 – Clipping Ministério do Planejamento

Saia justa entre Gabeira e Paes

http://clipping.planejamento.gov.br/Noticias.asp?NOTCod=451629

 

20/07 – G1

Paes e Gabeira apresentam projetos para jovens e crianças

http://g1.globo.com/Eleicoes2008/0,,MUL731061-15693,00-PAES+E+GABEIRA+APRESENTAM+PROJETOS+PARA+JOVENS+E+CRIANCAS.html

 

20/07 – Extra Online

Paes e Gabeira apresentam proposta para infância e juventude

http://extra.globo.com/rio/materias/2008/08/20/paes_gabeira_apresentam_proposta_para_infancia_juventude-547855422.asp

 

20/07 – Gabeira.com

Gabeira propõe políticas para jovens

http://www.gabeira.com.br/noticias/noticia.asp?id=7451

 

20/07 – Eduardo Paes.com

Paes: responsabilidade dos jovens é da prefeitura

http://www.eduardopaes15.can.br/site/index.asp

 

19/07 – Ação 17

Gabeira e Paes debatem políticas para infância e juventude

http://www.acao17.org.br/br/site/textos/textos_interna.php?publicacao=1347

 

19/07 – Rede Jovem

Debate com Gabeira e Paes na Lagoa (RJ), dia 20/08

http://www.redejovem.org.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=8945&sid=30

 

19/07 – Comunique-se

Gabeira (PV) e Paes (PMDB) debatem políticas para a infância na quarta, 20/08

http://www.comunique-se.com.br/index.asp?p=Conteudo/NewsShow.asp&p2=idnot%3D46179%26Editoria%3D40%26Op2%3
D1%26Op3%3D0%26pid%3D145851429025%26fnt%3Dfntnl

 

19/07 – Centro de Mídia Independente

Gabeira e Paes debatem políticas para infância e juventude

http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2008/08/426574.shtml

 

18/07 – Pauta Social

Candidatos à Prefeitura falam sobre políticas para infância

http://www.pautasocial.com.br/pauta.asp?idPauta=21423

 


Primeiro Encontro, dia 23 de julho de 2008

 
Rumos da Assistência e Desenvolvimento Social

“O Sistema Único de Assistência Social e as parcerias com a Sociedade Civil"

Dia 23 de Julho marca a data do primeiro da série de três encontros promovidos pela FIB, no Auditório da Lagoa, para conhecer o que os candidatos à Prefeitura do Rio pensam e quais os seus projetos para a área social.  O tema abordado por Chico Alencar (PSOL) e Alessandro Molon (PT) foi  Sistema Único de Assistência Social (SUAS). No auditório, o público de cerca de 200 pessoas interviu e pode esclarecer algumas das idéias e propostas apresentadas pelos candidatos.

Chico Alencar fez referências históricas à Assistência Social no Brasil.
O candidato ressaltou o sistema perverso que condiciona o pobre como o culpado pela pobreza que enfrenta. Referendando as palavras de Deise Gravina, presidente da FIB, que conduziu o debate, Alencar afirmou que sonha com o dia no qual não se precisará mais de políticas de assistência, pois isso mostrará que todos os problemas estarão resolvidos. Diante do atual quadro de exclusão, ele enfatizou que “o eixo da proteção social precisa ultrapassar o plano do necessário”.

Garantiu que acesso a direitos será prioridade em sua gestão, "Aqui no Brasil é fundamental que se crie a cultura do direito para acabar com o assistencialismo. O cidadão tem que receber por ter direito. O interesse público tem que prevalecer sobre a pequenez política", acrescentou o candidato cujo programa de governo voltado para a assistência é composto por 14 itens prioritários. 

Alessandro Molon apresentou suas propostas e garantiu à platéia que vai governar com as entidades da sociedade civil. Aproveitando o momento, Molon criticou a dificuldade da gestão municipal em realizar parcerias. Segundo ele, os problemas que atingem a maior parte da população não são vistos como reais. O candidato afirmou que segurança é a palavra que vai nortear todas as políticas públicas de seu governo. "Minha proposta é fazer do Rio uma cidade que protege e oferece qualidade de vida a todas as pessoas. Quero fazer dessa uma cidade segura. Vamos atuar de forma preventiva para impedir que o processo de exclusão avance, com políticas orientadas para os eixos do trabalho, habitação, saúde e educação." Para o candidato,  "uma cidade segura é uma cidade com projeto de inclusão social".


Perguntas da platéia
 
Garantia de continuidade no repasse dos recursos

Se eleitos, os candidatos se comprometeram a manter a continuidade no repasse dos recursos e não suspender convênios e contratos até que se prove possíveis irregularidades. Garantiram, ainda, prioridade nas ações de atenção especial, que são desenvolvidas com o público mais vulnerável da cidade.
 
 

  Perfil do futuro gestor da Assistência Social

Com propostas similares, os candidatos defenderam a necessidade de qualificação para o cargo, compromisso com os usuários e ausência de interesse pessoal. Ambos reforçaram que a Secretaria Municipal de Assistência Social não será refém de práticas eleitoreiras perversas ou “moeda de troca”, como já ocorreu no passado.
 

 
 
 
 
Conselhos Tutelares

Hoje, a cidade é dividida em apenas 10 conselhos tutelares, o que dificulta a garantia de direitos a crianças e adolescentes, impossibilita o acesso da população ao serviço e sobrecarrega conselheiros e equipe técnica.
Para mudar esse quadro, os candidatos se comprometeram a ampliar o número de Conselhos Tutelares. Alessandro Molon afirmou que triplicará os conselhos dando autonomia a essas entidades. "Não é possível um Conselho Tutelar não ter um carro para resolver seus problemas. E não é possível que conselheiros trabalhem em prol da criança com um Rio Card. Essa é a prova do descompromisso dessa prefeitura com os Conselhos Tutelares", disse.
Chico Alencar aproveitou para criticar a gestão municipal e condenou práticas eleitoreiras abusivas. “Muito candidato ao conselho tutelar faz churrasco, angu, transporta gente no dia da votação, faz o apadrinhamento e esse é o péssimo caminho que predomina na atual política".

  Parcerias com a Sociedade Civil

A necessidade e importância do estabelecimento de parcerias com as organizações da sociedade civil para execução e controle de políticas públicas foi consenso entre os convidados. A visão da FIB é que essas parcerias são mais do que necessárias e que nenhum programa de governo acontece sem elas. Os candidatos afirmaram que vão manter e estabelecer novas parcerias com as organizações.
Deise Gravina, presidente da FIB, deu também o seu recado. "As instituições atuam na ponta das políticas públicas, em contato direto com o cidadão e sempre propagaram a importância de se estabelecer, por meio do Estado, políticas eficazes para aplacar as desigualdades sociais, principalmente as que atingem a população mais vulnerável. Por isso, precisam ser ouvidas pelos candidatos a Prefeitura do Rio”.

 


O encontro   

A finalidade do evento é fornecer um espaço para que os candidatos conversem com representantes de organizações da sociedade civil sobre as propostas para a assistência social e como pretendem desenvolver programas em benefício das comunidades do Rio de Janeiro.

A primeira mesa de debates teve como mediadora Deise Gravina, presidente da FIB e Conselheira de Assistência Social e como convidados, além dos candidatos, Paulo Haus Martins, advogado especializado no Terceiro Setor e presidente da Comissão de Assuntos Jurídicos das ONGs da OAB/RJ (Cajong), e Nilza Rogéria Estrada, assistente social e coordenadora técnica do Centro de Promoção da Saúde (CEDAPS).
A candidata Jandira Feghali (PCdoB) também foi convidada, mas não compareceu.


Acompanhe os destaques na Internet

 

 


dot  23/10/2007 – Palestra na UNISUAM – Campo Grande

 

 A Presidente Deise Gravina faz palestrantes para estudantes de Serviço Social da UNISUAM, no auditório da Universidade, no Campus de Campo Grande.
Convidadas pela Coordenadora da Universidade, Professora e Mestre em Serviço Social,
a Srª Cristina Salomão, a Federação dá ênfase a importância da articulação das Organizações da Sociedade Civil, para a garantia de políticas públicas eficazes para a Cidade do Rio de Janeiro, apontando principalmente a atuação das organizações filiadas nos Conselhos Municipais de Assistência Social e da Criança e do Adolescente.


dot  23/10/2007 – Dia de Eleição na Federação

 

Representantes das entidades filiadas, reunidos em Assembléia, elegem Deise Gravina para Presidente e ratificam sua permanência a frente dos trabalhos da FIB nos próximos cinco anos. 

Nova diretoria é eleita por aclamação e toma posse na Sede Social da Federação, na Avenida Epitácio Pessoa, Lagoa. Após a apresentação da prestação de contas e dos relatórios financeiro e administrativo, elaborados pelo Conselho Fiscal da Federação, os representantes das entidades filiadas, presentes na plenária, aprovam os relatórios e  de imediato organizam o processo de eleição e elegem para a nova Gestão a seguinte diretoria:

Presidente – DEISE GRAVINA
Vice-Presidente – ANA PAULA WEBER
Primeira Secretaria – LUCI PIMENTA DE MIRANDA
Segunda Secretaria – MARIA APARECIDA BARBOSA
Tesoureiro – ADILÉCIO SILVA FARIA

 

 


 

Lançamento da publicação da
FIB – Federação de Instituições Beneficentes reúne mais de 300 convidados na Lagoa – Rio de Janeiro

Dia 22 de Agosto ficará marcado na história da Federação. A tarde de lançamento do Catálogo de Entidades Filiadas e Guia de Orientações  reuniu mais de 300 pessoas, entre representantes do Ministério Público, Defensoria, Secretários e funcionários de órgãos estaduais e municipais e representantes, dirigentes e técnicos  de organizações do Terceiro Setor.


Clique para ampliar a capa
 

Primeira dama do Estado do Rio de Janeiro, Adriana Ancelmo Cabral, abre o evento com palavras de incentivo e congratulações à Federação

Adriana Ancelmo Cabral, a primeira dama do nosso Estado, na mesa de abertura do evento, pontuou a importância de trabalhos como o da Federação e a relevância do Guia de Orientações, que servirá como facilitador para as entidades da área social. Ressaltou que, apesar das propostas determinadas do Governo, tem ciência que este sozinho não poderá atender as demandas e necessidades da população e parabenizou especialmente a Presidente da Federação, Deise Gravina, pela iniciativa.
 


  Izabel Monteiro
, Vice-Presidente, da Organização Não Governamental Rio Solidário, acrescentou que Adriana Ancelmo Cabral, é Presidente de Honra da ONG, mas que apesar de ser a primeira dama, rompeu com a tradição de assumir a Presidência da obra social do Estado, designando-a a profissionais da área de Assistência Social. Uma das características mais marcantes desta nova gestão é a conquista de novos parceiros, principalmente o setor privado, com incentivo e  colaboração da primeira dama.

  O Governador Sergio Cabral, se fez representar pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, a Secretária Benedita da Silva, que em sua fala, reforçou a preocupação do Estado na implantação do SUAS – Sistema Único de Assistência Social e a importância de ter ao lado, organizações como a FIB, que possam colaborar para o efetivo cumprimento destes compromissos  assumidos no Estado.

  O Promotor do Ministério Público  Gianfilippo de Miranda Pianezzola, responsável pela Assessoria de Fiscalização das Entidades do Terceiro Setor, comunicou que em sua ação no Ministério Público, iniciou os primeiros passos para formação de um Catálogo semelhante, que deverá reunir 1.500

entidades e por esta razão sabe do trabalho perseverante para se concluir uma publicação como esta que hoje a Federação distribuirá gratuitamente.

  A Coordenadora do Título de Utilidade Pública Estadual, Ivanice Guimarães, lembrou a todos que há mais de vinte anos acompanha o trabalho da Federação, que sempre cumpriu a missão de auxiliar e orientar outras entidades e que durante estes anos presenciou momentos de grande prestígio e outros de dificuldades na FIB. E completou relatando que em um desses momentos de dificuldades, Deise Gravina assumiu a Presidência e que desde então registra uma grande evolução no desenvolvimento dos trabalhos da Federação e a determinação dos novos dirigentes.

  Deise Gravina
, Presidente da Federação há quase cinco anos, enfatizou a comemoração dos 50 anos de fundação da FIB, completados este mês e reforçou o compromisso de reunir, colaborar e orientar às entidades filiadas, para a efetiva garantia dos direitos sócio-assistênciais. Destacou a felicidade por ter tido grandes parceiros a colaborarem com o lançamento de mais um Catálogo de Entidades Filiadas e que este ano a publicação tem um texto especial, o Guia de Orientações, onde sistematiza uma série de informações importantes para as Organizações do Terceiro Setor, especialmente as filantrópicas e beneficentes.

  Deise Gravina
agradeceu a presença de todos, especialmente, os representantes de outros Municípios e encerrou com o convite à participarem do Coquetel.
 

 

Crianças da BANDA AMI emocionam os presentes com execução do Hino Nacional

A abertura do evento teve a marcante presença da BANDA AMI, banda de percussão, formada por  20 crianças e adolescentes, que participam de um programa sócio-educativo no IPPC – Abrigo Maria Imaculada. Estes jovens são da Comunidade Dois de Maio, localizada no subúrbio da Cidade do Rio de Janeiro, na área do complexo de favelas do Jacarezinho e todos os dias, após as aulas na Escola, são atendidas no Projeto “Brincando e Estudando”. O Projeto, que tem o patrocínio da Petrobras, oferece aulas de percussão, canto, dança, esporte, informática e ações que valorizam a escola e reforçam o vínculo familiar.
A imponência do canto infantil paralisou os presentes e emocionou a todos, que juntos cantaram o Hino Nacional em versão adaptada ao ritmo dos instrumentos de percussão.
 

Publicação da Federação é distribuída gratuitamente durante o Coquetel

Após a mesa de abertura, com a presença da primeira dama ADRIANA ANCELMO CABRAL, a Secretária de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, BENEDITA DA SILVA, a Vice-Presidente da ONG Rio Solidário, IZABEL MONTEIRO, o Promotor Público, GIANFILIPPO  DE MIRANDA PIANEZZOLA, a Coordenadora de Utilidade Pública Estadual, IVANICE GUIMARÃES e a anfitriã e Presidente da FIB,  DEISE GRAVINA, os mais de 300 convidados participaram do Coquetel.


 Embalados pelos ritmos da Música Popular Brasileira, executada ao vivo pelo músico Dodô da Bahia e o percussionista Gutemberg e servidos pelo Buffet Cozumel, os convidados receberam a mais nova publicação da Federação de Instituições Beneficentes, o Catálogo de Entidades Filiadas e o Guia de Orientações.

   

Dirigentes e Técnicos de mais de 200 Entidades de Assistência Social, representantes de Municípios, Órgãos Públicos, Universidades e Sindicatos marcam presença no Coquetel de lançamento da publicação da Federação 
 

Órgãos Públicos e Privados:

- 1ª Vara de Execuções Penais - CPMA
- 2ª Vara Criminal
- Colégio Pedro II
- Conselho Tutelar
- Conselho da Juventude (Estado)
- Conselho da Criança e do Adolescente
  (Municípios)
- Conselho de Assistência  Social (Estado e
  Municípios)
- Defensoria Pública
- DEGASE/Criam Santa Cruz
- FIA - Fundação para Infância e Adolescência
- Gabinete do Deputado Federal Otávio Leite
- Gabinete do Senador Marcelo Crivela
- Instituto Oscar Clarck
- Ministério Público Estadual
- Ordem dos Advogados do Brasil
- Sindicato dos Psicólogos
- Sindicato dos Fonoaudiólogos
- Secretaria Municipal  de Educação RJ
- Secretaria E. de Assistência Social e Direitos
   Humanos

 -Universidade Federal do Rio de
   Janeiro/COPPE
- Universidade do Estado do Rio de Janeiro
- Universidade Veiga de Almeida
- CBCISS
- ASFUNRIO
- FUNLAR
 

Municípios:

Barra do Pirai, Barra Mansa
Japeri, Levy Gasparian
Mangaratiba, Mesquita
Niterói, Paty de Alferes
Pinheiral , Piraí
Porto Real, Rio de Janeiro
Tanguá, Teresópolis e
Três Rios
 

Entidades:

 210 Representantes de
Organizações da Sociedade Civi
l

   

Primeira Dama, Adriana Ancelmo Cabral, recebe 
flores de Samuel, de 8 anos de idade

As crianças da BANDA AMI, do IPPC- Abrigo Maria Imaculada, entregaram flores às autoridades presentes no  lançamento do Catálogo de Entidades Filiadas e Guia de Orientações, elaborado e distribuído gratuitamente pela FIB.

Samuel, de 8 anos de idade, que há dois anos aprende a tocar instrumentos de percussão, é o mais novo componente de Banda e se empolgou com a responsabilidade de entregar flores para a Primeira Dama do Estado do Rio de Janeiro.

   
 

dot 24 de março de 2007 às 9:30

 
A 1ª Feira de Inovações Solidárias, promovido pelo ECOSOC - Departamento de Assuntos Socioeconômicos da ONU (Sede de Nova York), aconteceu dia 24 de março, com a presença da representante da ONU, Drª Michele Billant-Fedoroff, na sede da LBV no Rio de Janeiro. A Presidente da FIB, Drª Deise Gravina, participou da Mesa de Abertura do evento ao lado de Eliel Brum, diretor da LBV, a representante da ONU, Drª MIchelle Billant-Fedoroff, a tradutora Raquel e o Vereador Rubens Andrade.
 

Deise Gravina, Presidente da FIB,  Raquel, a tradutora e a representante da ONU, Drª MIchelle Billant-Fedoroff,  assistem o show da BANDA AMI, formada por crianças e adolescentes, do Projeto "Brincando e Estudando", desenvolvido no Abrigo Maria Imaculada, com o patrocinio da PETROBRAS. 
A Banda se apresentou em homenagem a representante da ONU, tocou e cantou músicas que exaltama a beleza do Rio de Janeiro, como Valsa de uma Cidade e Cidade Maravilhosa e o Grupo de Dança coreografou Maria Maria, de Milton Nascimento.

 

dot 12 de setembro de 2006

 

A FIB - Federação de Instituição Beneficentes promoveu o Coquetel e
Tarde de Autógrafos dos livros “Roteiro do Terceiro Setor” e “João Cidadão”

Com a Presença dos Autores:
Dr. Tomáz de Aquino Resende
Drª Bianca Monteiro da Silva
Dr. Eduardo Marcondes Filinto da Silva

O Livro Roteiro do Terceiro Setor

Até recentemente, a sociedade organizava-se em apenas dois setores: o público e o privado. Um representando a coletividade e o outro os indivíduos. Da desarmoniosa convivência entre esses dois segmentos, surgiu o que se denomina “Terceiro Setor” - constituído pelas organizações privadas, mas com os adjetivos públicos para prestação de serviços de interesse social. O grande diferencial desse modelo foi conseguir ao mesmo tempo livrar-se das limitações do Estado e da ganância do mercado.
Servindo como um guia prático, o trabalho aborda todos os aspectos do Terceiro Setor, com linguagem acessível e direta, revelando-se de extrema utilidade para todos os que se envolvem com este assunto, ainda que não de formação jurídica.

O livro enfoca as organizações sem fins lucrativos e de interesse coletivo, detalhando os diversos tipos de associações e fundações, entre as quais as ONGs, as Organizações Sociais e as OSCIPs como são constituídas, mantidas e fiscalizadas abordando temas relevantes como títulos, certificados e qualificações, utilidade pública, transparência e controle social, responsabilidade dos administradores, contabilidade e incentivos fiscais.

O Livro João Cidadão

O livro dissemina de forma lúdica os valores éticos-cidadãos para jovens, adultos e crianças. Lançado em 2005, o autor Dr. Tomáz Aquino Resende, mais uma vez surpreende o público com pleno domínio do tema, adaptado a uma linguagem simples e de fácil acesso.

Os autores

Os currículos do autor e de seus colaboradores valorizam ainda mais a obra. O Dr. Tomáz de Aquino Resende é um grande conhecedor e estudioso do tema. Escreveu em 1996 o primeiro livro brasileiro sobre Terceiro Setor: o Manual de Fundações. Na função de procurador de justiça, acumula uma vasta experiência à frente do CAOTS Centro de Apoio ao Terceiro Setor órgão que coordena no Ministério Público de Minas Gerais. Sucesso de público e de crítica nas duas edições anteriores, esta 3ª edição do Roteiro do Terceiro Setor se enriquece com a colaboração de dois especialistas na matéria: a jovem e brilhante advogada Bianca Monteiro, diretora executiva da Federação Espírito-santense de Fundações e Associações, e o Professor Eduardo Marcondes Filinto da Silva, coordenador do Centro de Estudos de Fundações e Entidades de Interesse Social (CEFEIS), da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).

O encontro

A proposta foi uma conversa com os três autores, com abordagem da temática dos livros e relato das experiências nos Estados de Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo.
 

 


dot Encontro de 14 de Junho de 2006

 

No encontro do dia 14 de Junho esteve presente o Vice-Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, Otávio Leite. Em sua fala ponderou a excelente qualidade dos projetos sociais desenvolvidos pelas entidades beneficentes e enfatizou a importância das entidades trabalharem vinculadas a grande ferramenta  de tabalho - a internet, citando: "Venho a esta reunião e saio gratificado por verificar que uma Federação atuante como a FIB, esta preocupada em colaborar com a organização de outras instituições, utilizando a internet, instrumento que hoje não podemos abrir mão, para executar um trabalho ágil e de qualidade."

O Ouvidor da Câmara Municipal da Cidade do Rio de Janeiro, Sr. Edimilson Dias, mais uma vez participou do encontro da Federação e fez pessoalmente a entrega do
Certificado de Qualidade, Selo FIB 2006.

 

dot Encontro de 30 de novembro de 2005

 
Relatório de Atividades: Você sabe como fazer?
 

  A cada final de ano precisamos preparar o relatório, que deve conter as atividades realizadas durante o ano, de forma clara e objetiva. Que dados precisam ser apresentados, qual a melhor forma, que técnicas devem ser usadas? Na reunião deste mês você poderá resolver algumas dúvidas, a proposta é que em algumas horas você adquira as principais informações para conclusão do relatório de final de ano.
 

  Para colaborar nesta capacitação convidamos a Professora Silvana Monteiro Moura da Costa, Economista, pós graduada em Desenvolvimento Local Sustentável, consultora e instrutora do SEBRAE DF e RJ, consultora da Fundação Casa de Rui Barbosa, do SENAC/RJ e Niterói. Profissional competente, com ampla experiência e habilidade no planejamento, elaboração e gestão de projetos, seja em Instituições privadas ou governamentais.

 

  O conhecimento é fundamental para o bom desempenho de nossas ações.
Aguardo você na reunião.

Deise Gravina
 

Clique aqui e veja, na integra, a projeção dos slides
da Professora Silvana Monteiro


dot Encontro de 28 de setembro de 2005


Projetos: Você sabe como fazer?

  
   A Diretoria da  FIB constantemente é procurada por representantes de Instituições, a maioria chega com a mesma dúvida: Como escrever um Projeto, como elaborar, como organizar as idéias e a prática diária em um Projeto, que dados devem compor, etc. Ou seja, as perguntas seguem  em torno da mesma questão: Projeto: Você sabe como fazer?
 
   Por esta razão a FIB, neste mês de Setembro, tem a honra de convidar a Professora MARIA CRISTINA SALOMÃO,  Mestre em Serviço Social (PUC-RJ), Professora da Universidade Federal  e da Universidade Veiga de Almeida, consultora e assessora de Projetos Sociais de grande extensão e de excelentes resultados.
 
   O objetivo é que em poucas horas, você possa conhecer os principais passos para se fazer um Projeto eficiente e de sucesso. A proposta é oferecer gratuitamente, uma grande aula com uma professora que realmente entende do assunto.
 
Pensando juntos poderemos ajudar uns aos outros. 

Deise Gravina
 


19 e 20 de Maio de 2005

 

PROGRAMAÇÃO:

 
19 de Maio
9:00 - Recepção e Coffee Break
10:00 - Mesa de Abertura:
SEDH  Secretaria Especial de Direitos Humanos 
FINEP  Financiadora de Estudos e Projetos - Ministério da Ciência e Tecnologia
FIB  Federação de Instituições Beneficentes
UVA  Universidade Veiga de Almeida
UERJ  Universidade do Estado do Rio de Janeiro
CEDCA  Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente
CEAS  Conselho Estadual de Assistência Social

11:00 - Palestra: A importância dos Conselhos à luz dos Direitos Humanos
- Mario Mamede Filho - Secretario Adjunto da Secretaria Especial de Direitos Humanos Deputado Estadual do Ceará - Médico

12:00 - Homenagem a Assistente Social 

12:30 - Intervalo para almoço


14:00 - Mesa Redonda: Implantação dos Conselhos uma política participativa
- Heloisa Helena Mesquita Maciel - Secretária de Assistência Social da Cidade de Niterói - Mestre em Serviço SocialIlda Correa de Oliveira - Ex-Presidente do Conselho Regional de Serviço Social/RJ - Especialista em Políticas Públicas - Conselheira no CMAS / RJ
- Elson da Silva Leal - Presidente do Instituto Profissional São José da Cidade de Campos - Advogado
Moderador: Edimilson Dias - Ouvidor Geral da Câmara Municipal do Rio de Janeiro - Vereador participante da Comissão dos Direitos da Criança e do Adolescente ano 2004 - Teólogo 

15:00 - Debate

15:30 - Intervalo

15:45 - Vídeo: Exploração Sexual Infantil - “A escuta do silêncio”


16:00 - Mesa Redonda:
Conselhos e o desafio na captação de recursos

- Isabella Nunes - Gerente da Assessoria de Responsabilidade Social e do Conselho Empresarial da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) - Jornalista
- Beatriz Augusto Paiva - Professora do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina Florianópolis - Doutora em Serviço Social 
Moderador: Ana Ribeiro - Conselheira de Direito do CEDCA e representante do Fórum Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente da Cidade de Niterói - Assistente Social

17:00 - Debate

20 de Maio

8:30 - Recepção e Coffee Break

9:30 - Mesa Redonda: Estruturação de Políticas públicas a partir das deliberações dos
Conselhos de Assistência

- Tomáz de Aquino Resende - Procurador do Estado de MG - Coordenador do Centro de Apoio ao Terceiro Setor CAOTS - Advogado
- Gilson Dayrell - Ex- Presidente do Conselho Nacional de Assistência Social - Diretor da Fundamig MG - Diretor da Catamarã Consultoria - Mestre em Gerontologia pela Universidade Autônoma de Madrid - Espanha
Moderador: Ivone Silva Torro - Coordenadora do Curso de Serviço Social da Universidade Veiga de Almeida Unidades Tijuca e Cabo Frio - Mestre em Serviço Social

10:30 - Debate

11:00 - Painel: Responsabilidade Social de mãos dadas com as Organizações da Sociedade Civil
- Paulo Marcio - Diretor Geral do Centro de Produções da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - CEPUERJ - Autor da Coluna Empresa-Cidadã do Jornal Monitor Mercantil - Economista
- Lia Blower - Diretora de Projetos da RITS Rede de Informação para o Terceiro Setor, Jornalista

12:00 - Relato de Experiência: Febrafarma - Me conte a sua história
- Jorge Dias - Diretor Executivo de Administração da Federação Brasileira da Indústria Farmacêutica

12:30 - Intervalo para almoço

• 14:00 - A participação de estudantes e jovens nos Conselhos
- Maria Cristina Salomão Almeida - Compromisso da Universidade
Coordenadora do Curso de Extensão da Universidade Veiga de Almeida Mestre em Serviço Social
- Edílson Gomes - Conselho da Juventude 
Conselheiro de Direito do CMDCA/RJ - Pedagogo - Psicopedagogo
- Ana Lucia Cavalcante e Priscila de Melo Basílio - Prática de Pesquisa Pedagógica 
Estudantes de Pedagogia da UERJ
- Monique Camilo da Silva - Relato de experiência 
Jovem representando a ONG Criola e Associação de Assistência ao Adolescente
Moderador: Mônica Nascimento dos Santos
Assistente Social da Associação de Assistência ao Adolescente - Especialista em Recursos Humanos

15:00 - Debate

15:30 - Intervalo

15:45 - Vídeo - Projeto “Brincando e Estudando”  - Apoio Programa Petrobras - Fome Zero 

16:00 - Painel
Eleições de conselheiros e a participação das Organizações da Sociedade Civil

- Marcio Petrone - Presidente do Conselho Estadual de Assistência Social / RJ - Coordenador do Movimento Re(ha)bilita-Rio - Administrador
- Luiz Cavalieri Bazílio - Professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico- CNPq - Doutor em Educação
- Deise Gravina - Presidente da Federação de Instituições Beneficentes - Conselheira de Direito do CMDCA/RJ - Superintendente Geral do Abrigo Maria Imaculada - Engenheira 

17:00 - Momento Cultural - Encerramento 

   

 

Como foi o 1º Seminário sobre Conselhos Municipais de Assistência Social no Rio de Janeiro.

Nos últimos dias 19 e 20 de maio, nas dependências da Universidade Veiga de Almeida, no Rio de Janeiro, aconteceu o Primeiro Seminário sobre os Conselhos Municipais e a atuação das Organizações da Sociedade Civil.

 

O Saúde News Journal, esteve presente ao evento e, pôde constatar a boa organização do mesmo. O evento, mais uma realização da gestão Deise Gravina, presidente da FIB (Federação das Instituições Beneficentes), contou também com o apoio da FINEP ( Financiadora de Estudos e Projetos ) e da própria Universidade Veiga de Almeida, aliás com instalações em prédios de arquitetura imponente e conservação impecável. 

O Seminário serviu de fórum para as discussões sobre políticas públicas, estimulando a participação das Organizações da Sociedade Civil nos Conselhos Municipais de Assistência Social e dos Direitos das Crianças e Adolescentes, em uma perspectiva de integração das ações das instituições, sejam públicas ou privadas (beneficentes, filantrópicas, ONGs e OSCIPs) e dos Conselhos, promovendo o debate, a troca de conhecimentos e experiências.

Compareceram ao evento representantes de ONGs, Instituições Beneficentes, Filantrópicas, Orgãos Públicos, conselheiros do CMAS e CMDCA e estudantes.Lamenta-se apenas que não pudessem ter sido atendidos todos que solicitaram inscrição para o seminário, em razão da limitação de 250 lugares, número este que na realidade foi muito ultrapassado.

Os trabalhos deste dia se iniciaram com a recepção aos participantes do seminário e a entrega de seus respectivos crachás. Esta tarefa esteve a cargo de  Edna Maria Lima e equipe. Na verdade elas foram as responsáveis pela organização do evento, que transcorreu dentro da normalidade esperada.

Como parte da recepção, no pátio frontal à recepção, foi servido aos participantes um café da manhã  bem variado e farto, composto por sucos, sanduíches diversos,.bolos, doces e o tradicional café preto. Garçons/copeiros solícitos atenderam a todos com cortesia e presteza.

A primeira atividade no auditório foi a composição da mesa para o início dos trabalhos. Dela constaram os representantes da SEDH, Secretaria Especial de Direitos Humanos; da FINEP, Financiadora de Estudos e Projetos; da FIB, Federação de Instituições Beneficentes; da UVA, Universidade Veiga de Almeida, nossa anfitriã; da UERJ, Universidade do Estado do Rio de Janeiro;do CEDCA, Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente e do CEAS, Conselho Estadual de Assistência Social.

O número de participantes havia sido planejado para 250 participantes porém foram recebidas mais de 500 solicitações de inscrição, o que obrigou a direção do evento a ampliar aquele número para 350 participantes, que foi ultrapassado, frente  a " choradeira" dos não inscritos presentes.

Os participantes da mesa teceram comentários relativos às suas áreas de atuação. A Srª Deise Gravina, presidente da FIB,  realçou a importância do evento como fórum para as discussões sobre políticas públicas, sobre como o mesmo deverá estimular a participação das organizações da sociedade civil nos Conselhos Municipais de Assistência Social e na preservação dos direitos das crianças e adolescentes.

Às 11.00 horas aconteceu a palestra da Drª Valéria Getúlio de Brito e Silva, Secretária Especial dos Direitos Humanos, sobre a importância dos Conselhos à luz dos Direitos Humanos.  e do Desembargador Dr. Ciro Darlan,  que teceu ainda comentários sobre a convivência com as crianças e adolescentes.

 

Como parte da homenagem à figura da Assistente Social, a ex governadora do Estado do Rio de Janeiro, e Senadora, Benedita da Silva, recebeu  flores e contou sua trajetória desde moradora de morro na zona sul da cidade do Rio de Janeiro, até os altos postos nos Poderes Executivo e Legislativo.

Após o intervalo para o almoço, aconteceram duas mesas redondas: A primeira às 14.00 horas com o tema Implantação dos Conselhos: Uma política participativa, com a presença de Heloisa Helena Mesquita Maciel, Ilda Correa de Oliveira, Elson da Silva Leal tendo como Moderador Edmilson Dias. Seguindo-se um debate sobre o tema.

Após breve intervalo foi exibido o vídeo " Exploração Sexual Infantil: A escuta do silêncio"

Seguiu-se a segunda mesa redonda da tarde: Os Conselhos e o desafio na captação de recursos, com Isabela Nunes e Beatriz Augusto Paiva, tendo como moderadora Ana Ribeiro

Após os debates desta mesa redonda foi encerrado o primeiro dia de seminário.

DIA 20 DE MAIO:

Os trabalhos deste segundo dia de seminário  também se iniciaram com a recepção aos participantes que foram convidados para o café da manhã. A mesma qualidade e excelência de atendimento se repetiram.

A primeira mesa redonda do dia teve como tema a: Estruturação de Políticas a partir das deliberações dos Conselhos Assistenciais e contou com a participação de Tomáz de Aquino Resende e Gilson Dayrell, tendo como moderadora Ivone Silva Torro. Seguiu-se o debate do tema apresentado

A atividade seguinte foi a apresentação do painel " Responsabilidade civil de mãos dadas com as organizações da sociedade civil", apresentado por Paulo Márcio e Lia Blower

Antes do intervalo para o almoço, ainda tivemos o " Relato de Experiência - Me conte sua história" apresentado por Jorge Dias da Febrafarma.

Às 14.00 horas iniciou-se a mesa redonda" A participação de estudantes e jovens nos Conselhos" , com a participação de Maria Cristina Salomão Almeida, Edilson Gomes, Ana Lucia Cavalcante, Priscila de Melo Basílio e Monique Camilo da Silva. Serviu como moderadora Mônica Nascimento dos Santos. Às 15.00 horas, iniciaram-se os debates referentes ao tema apresentado.

Após um intervalo, foi apresentado o vídeo- Projeto "Brincando e Estudando" : Apoio ao programa Petrobrás - Fome Zero.

Às 16 horas foi apresentado o painel: Eleições de Conselheiros e a participação das Organizações da Sociedade Civil, com a participação de Marcio Petrone, presidente do Conselho Estadual de Assistência Social, Luiz Cavalieri Bazillo, pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e de Deise Gravina, presidente da Federação de Instituições Beneficentes.

A senhora Deise Gravina ao final,  dos trabalhos, fez uma breve avaliação do evento, agradeceu à presença de todos e passou para o momento final do seminário.

O seminário foi encerrado com um "momento cultural"

 

Paralelo ao seminário também aconteceu uma exposição e venda de produtos artesanais produzidos por participantes de projetos sociais citados no evento.;

* As fotos aqui apresentadas, não seguem necessariamente a ordem do evento.. Um acervo de 80 fotos está à sua disposição na galeria de fotos, para cópia gratuita.

NR - De tudo que se viu e ouviu, neste magnífico seminário, ficou a certeza que somente a união de todas as instituições, profissionais e voluntários envolvidos com o trabalho social, poderá vir a tornar esse trabalho reconhecido e prestigiado pelas autoridades responsáveis pelo bem estar do nosso povo.

FONTE:

 



 

dot 16 de Março de 2005

Pauta

1) Seminário: Conselhos Municipais e a atuação das Organizações da Sociedade Civil - distribuição da ficha de inscrição para o Seminário, inscrição gratuita, com vagas limitadas.
2) Feira Solidária – Instituições que confeccionam artigos artesanais poderão vendê-los na Feira Solidária, que acontecerá nos dias do Seminário. Será distribuído as fichas de solicitação para as instituições interessadas.

3) Universidade Veiga de Almeida - a Professora Ivone Torro, Coordenadora do Curso de Serviço Social,  firmará a parceria e assinatura do convênio com as Instituições para receberem estagiários.

4) Informes
5) Chá da Tarde

   

 

A FIB - Federação de Instituições Beneficentes, participa da Feira da Providência,
no Rio Centro e expõe o material das instituições filiadas

feira_prov003.jpg feira_prov012.jpg feira_prov007.jpg
feira_prov015.jpg feira_prov016.jpg feira_prov020.jpg
feira_prov021.jpg feira_prov028.jpg feira_prov034.jpg
 

dot 10 de novembro de 2004

PAUTA:

1- Balanço da Gestão  2002/2004
2- Aprovação do novo Estatuto (de acordo com o novo Código Civil)
3- Parceria com a Universidade Veiga de Almeida, para estágio em Serviço Social
4- Feira da Providência
5- Eleição da nova diretoria
6- Posse da nova diretoria
7- Confraternização

DIRETORIA:

Membros da Diretoria:
(Da esquerda para a direita)
Luci Pimenta de Miranda, Deise Gravina e
Clélia Silva Gravina
.

 
DEISE GRAVINA - PRESIDENTE
LUCI PIMENTA DE MIRANDA-  SECRETARIA GERAL
MARIA APARECIDA BARBOSA - PRIMEIRA SECRETARIA
ADILÉCIO FARIA - TESOUREIRO
 
CONSELHO FISCAL:
EDNA MARIA LIMA
CLÉLIA SILVA GRAVINA
ELOISA HELENA  WEBER
 

 


dot Encontro 22 de setembro de 2004

No encontro de 22/09 a FIB ofereceu um Coquetel para o Lançamento do
Catálogo das Instituições Filiadas e
Contribuições do 6º Encontro de Instituições Beneficentes.

Estiveram presentes a solenidade:

45.jpg 46.jpg 47.jpg
48.jpg 49.jpg

 

7 de Julho de 2004
Auditório da Pequena Cruzada Santa Terezinha do Menino Jesus
 

Programação:
8:00 - Credenciamento

8:30 - Mesa de Abertura

Mariangeles Maia - Presidente da Obra Social da Cidade do Rio de Janeiro
Marcelo Garcia - Secretário Municipal de Assistência Social do Rio de Janeiro
Heloisa Helena Mesquita Maciel - Secretária Municipal de Assistência Social de Niterói
Marcos Fagundes - Titular da 3ª Promotoria da Infância e Juventude 
Thezinha Arnaut - Presidente do Centro Brasileiro de Coop. e Intercâmbio em Serv. Sociais
Deise Gravina - Presidente da FIB- Federação de Instituições Beneficentes

9:30 - Palestra:
10 Anos da LOAS - Lei Orgânica da Assistência Social
Heloisa Helena Mesquita Maciel

Secretária Municipal de Assistência Social de Niterói - Mestre em Serviço Social

10:30 - Coffee Break

11:00 - Grupos de Trabalho:
1- Legislação e Terceiro Setor
Coordenadora: Drª Arlete Fontes Padilha - Advogada
2- Projetos Sociais e novos modelos de parcerias 
Coordenadora: Maria Cristina Salomão Almeida - Mestre em Serviço Social
3- A atuação dos Conselhos 
Coordenadora: Andréa Mayer - Assistente Social

12:30 - Intervalo para Almoço

13:30 - Relatório dos Grupos

15:00 - Redação Final do Documento:
“Contribuições para a Política Social do Rio de Janeiro”

16:00 - Encerramento 
 
6_enc_1.jpg 6_enc_2.jpg 6_enc_3.jpg 6_enc_4.jpg
6_enc_5.jpg 6_enc_6.jpg 6_enc_7.jpg 6_enc_8.jpg

  


dot Dia 14 de abril de 2004

 
 
1: Sr. FERNANDO WILLIAM
    Secretaria de Estado de Ação Social
    Sr. ALTINEU CÔRTES
    Secretaria de Estado da Infância e da Juventude
    FIA
    Fundação para Infância e Adolescência

2: Informes da Federação

3: Chá da Tarde


dot Dia 11 de fevereiro de 2004

 
1:
Mesa de Debates:  Responsabilidade Social, Compromisso de Todos.
 
Prof. Paulo Marcio de Mello
Diretor do Centro de Produções da UERJ, Coordenador do Programa de Responsabilidade Social e Desenvolvimento Sustentável da UERJ
Izabel Ribeiro Loureiro Lelis
Gerente de Desenvolvimento Sócio-Ambiental da LAMSA - Linha Amarela S.A.
Luciana Santos
Representante da ORBITALL Ltda
Processamento de Dados
Larissa Clarindo
Comitê de Gestão Social 
INTELIG
 
2: INFORMES DA FEDERAÇÃO

3: CHÁ DA TARDE

 30.jpg  31.jpg  33.jpg
 35.jpg  34.jpg  36.jpg

 

dot Dia 10 de dezembro de 2003

 

Pauta:

1 - Srª Vera Lúcia Messetti Lucas
     SECRETARIA  MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
     Educação Infantil  

2 - Sr. Orlando Inácio Xavier
     PROGRAMA DO GOVERNO FEDERAL
     Rede SAC

3 - Sr. Paulo Renato A. Araújo
     CAPTAÇÃO DE RECURSOS

4 - INFORMES DAS INSTITUIÇÕES

5 - CHÁ DA TARDE
 

Festa de inauguração da creche da Comunidade Dois de Maio,
Onde estavam presentes o Prefeito Cesar Maia, a Secretaria Munipal Solange Amaral
e a Dra. Deise Gravina Presidente da FIB.

dot Dia 8 de outubro de 2003

 

Pauta:

1 - Exmo Sr. Juiz Dr. SIRO DARLAN DE OLIVEIRA
Juiz Titular da Primeira Vara da Infância e Juventude

2 - Exmo Sr. Juiz Dr. GUARACI DE CAMPOS VIANNA
Juiz Titular da Segunda Vara da Infância e Juventude
3 - SIOA - Serviço de Integração de Entidades de Atendimento
Primeira Vara da Infância e Juventude
Comissária Luciana de A. Leite
4 - PASE
Programa de Apadrinhamento Sócio Educativo
Segunda Vara da Infância e Juventude
Assistente Social Alda Carvalho Teixeira
Psicóloga Valéria Nobre Nery
5 - Informes da Diretoria da FIB
Curso FIB e Isenção INSS
Drª Deise Gravina
6 - Informes das Instituições
7 - Chá da Tarde

dot Dia 13 de agosto de 2003, às 14:00 horas

Pauta:
1- Sr.Wagner Huckleberry Siqueira

    Secretario Municipal de Desenvolvimento Social
2- Srª Nádia Caetano
    Coordenadora de Programas Sociais da SMDS

3- Informes do site da FIB - www.fibrj.org.br
4-  Informes das Instituições

5- Chá da Tarde
 


dot  11 de Junho de 2003, às 14:00 horas

Pauta:

1- Dra. Therezinha Arnaut - Presidente do CBCISS
2- Dra. Ivanice Guimarães Araújo - Assessora Especial de Secretaria de Estado de Justiça e Direitos do Cidadão. Palestra sobre Utilidade Pública Estadual
3- Site da FIB - Informações sobre o Site e a participação das filiadas
4- Informes das Instituições presentes
5- Discuções da pauta para a próxima reunião
6- Chá da tarde e confraternização dos presentes
 

 

Posse da Dra. Deise Gravina como membro do CMDCA/RJ
Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente


dot 9 de Abril de 2003, às 14:00 horas

Pauta:

1- Telemarketing, Solução ou Preocupação?
    Palestra ministrada pelo diretor executivo da Luminescere Consultores Associados Ltda, Sr. Firmino Souza Carneiro
2- Palestra da Presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Sra. Kátia Tavares S. Vasques
3- Filiação FIB: Entrega de cadastros, Informações e Site
4- Informes das Instituições presentes
5- Discuções da pauta para a próxima reunião
6- Chá da tarde e confraternização dos presentes

  

 


dot 12 de Fevereiro de 2003, às 14:00 horas

 

Pauta:

1- Palestra sobre sistema de cooperativa para diminuição dos custos com funcionários
2- Lançamento do projeto FIB de apoio as Instituições com poucos recursos na execução de sua função social, com: estrutura, organização, planejamento, regularização social, assistência jurídica e contábil.

 


dot Dezembro de 2002, Posse da nova Diretoria

     

 

ilustração dos destaques em assessoria  
imagem de separação: linha colorida
ilustração: passos num fundo azul escuro O Passo-a-passo para uma ONG
A palavra ONG não é pessoa jurídica, valendo lembrar que o Artigo 44 do Código Civil Brasileiro estabelece que são pessoas jurídicas de Direito Privado: “as asso-ciações, as sociedades, as fundações,
...  
Leia Mais...
ilustração: folha amarela sobre fundo cinza
Como obter Títulos, Registros
e certificados?
CNAS, CMDCA, Utilidade Pública Federal, CMAS, CEBAS, Estatuto, Ata, CNPJ, Alvará e outros
.
Leia Mais...

 
ilustração: mesa de reunição com uma mulher e dois homens A FIB nos conselhos
Com representação em Conselhos de Direitos a FIB garante voz ativa na elaboração de Políticas Públicas que atingem aos mais divesos públicos da Sociedade.
..
Leia Mais...
ilustração: dois livros amarelos abertos sobre fundo vermelho Fazendo um projeto social
O planejamento é uma atividade intelectual que corresponde a reflexão, decisão, ação e reflexão. Da reflexão, volta-se à reflexão, reiniciando o processo. O processo de planejamento deve ser dinâmico,
...
Leia Mais...
ilustação: silhueta de três pessoas e um ponto de interrogação sobre fundo negro Filie-se à FIB, é simples, rápido
e GRÁTIS!

Em poucos passos sua instituição passa a fazer parte da Federação de Instituições Beneficentes do Rio de Janeiro, sem mensalidade ou taxa de matrícula
.
Leia Mais...
 

imagem de separação: linha colorida

ler novamente início da página home page envie um email

Imagem de roda-pé: Gestão Deise Gravina, sede social: Rua Ana Neri, 1422 - Rocha - CEP: 20960.001   Sede Social: Av. Epitácio Pessoa, 4866
        - Lagoa - RJ - CEP: 22.471-001   Tel: (21)3147-5110  sob os dados há diversas silhuetas de pessoas estilizadas de maneira siples, cada uma de uma cor formando uma população e logo abaixo, numa tarja preta, a legenda direitos autorais reservados - FIB 2014
Este site é acessível a deficientes visuais. Acessibilidade na internet: direitos iguais para todos!

slide 1: Ilustração com diversas silhuetas de pessoas estilizadas de maneira simples, cada uma de uma cor formando uma população. a esquerda, a marca da FIB. slide 2: Foto do lado da Praça Paris - Rio de Janeiro slide 3: Foto da igreja do Outeiro da glória - Rio de Janeiro slide 4: Foto noturna da Praia do Flamengo e Enseada de Botafogo - Rio de Janeiro slide 5: Foto do Cristo Redentor - Rio de Janeiro slide 6: Foto panorâmica do centro do Rio de Janeiro slide 7: Foto panorâmica da Enseada de Botafogo com o Cristo Redentor ao fundo - Rio de Janeiro slide 8: Foto panorâmica com o pão de açúcar ao fundo e Niterói em último plano slide 9: Foto notura do centro do Rio de Janeiro Plano de fundo do site: fundo branco com um leve degradê do azul ciano claro para o branco, indo da esquerda para a direita, com letras estilo "maquina de escrever antiga" o nome da FIB - Federação de Instituições Beneficentes do Estado do Rio de Janeiro em letras vazadas brancas sobre o azul. A marca da Federação é azul marinho, com linhas formando a silhueta de duas pessoas, ao lado, um pouco abaixo das pessoas, está escrito "FIB - Federação de Instituições Beneficentes do Estado do Rio de Janeiro". tags: federação, instituições, instituição, beneficente, rio de janeiro, estado do rio de janeiro, assistência social, assistencialismo, ong, organização não governamental, serviço social, terceiro setor, 3 setor, oscip, sociedade civil, sociedade civil organizada, legislação, governo, política, políticas públicas, criança, adolescente, idoso, idosos, deficiência, deficientes, caridade, voluntário, voluntariado, lei, direito, direitos, deveres, contribição, ajuda